sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Educação física na escola? Só com função educacional, não no alto rendimento

A decisão do governo federal em retirar a obrigatoriedade das aulas de educação física do ensino médio gerou muita discussão na última semana. Tanto que após muitas críticas, a medida provisória sofreu algumas alterações. Mas será que a disciplina realmente influencia nos resultados esportivos dentro do esporte de alto rendimento? Não. E para especialistas, a discussão deveria englobar a formação das pessoas, não de atletas.

Fonte / Link: Terra

Escola de SP promove participação de alunas no desafio Hora do Código

Empoderar crianças e adolescentes por meio do ensino de programação tem sido o mote do movimento global “Hora do Código”, liderado pelo Code.org. (...)
Em São Paulo, o Colégio Ítalo Brasileiro reservou um programa especial para a "Hora do Código", dedicado às suas alunas. O objetivo é ampliar a participação feminina em áreas da computação.

Fonte / Link: IDG Now

Alckmin esvazia bandeira eleitoral para o ensino técnico na rede de SP

(...) O programa Vence foi um dos mais citados por Alckmin na área de educação durante a campanha à reeleição em 2014. Após a eleição, porém, o programa da gestão tucana foi desintegrado ano a ano.
O governo interrompeu totalmente a oferta de vaga para este ano em escolas particulares, que concentram 84% das 67 mil vagas acumuladas desde 2012. Nessa modalidade, escolas credenciadas recebem do governo de SP um valor para oferecer o curso gratuito aos estudantes.
Uma parte menor do programa é feito em parcerias com institutos federais e o Centro Paula Souza, órgão estadual que administra as escolas técnicas (Etecs).

Fonte / Link: Folha de São Paulo

Capes lança portal com conteúdos abertos

O EduCapes dá acesso a materiais educacionais licenciados e voltados a qualquer tipo de atividade acadêmica
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) lançou, a partir desta terça-feira (27), novo portal de conteúdos educacionais abertos, o EduCapes. O site compila o material didático dos cursos do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) e pode ser acessado gratuitamente por cidadãos de todas as regiões do Brasil.

Fonte / Link: Portal Brasil

Veja também:
         
Novo portal torna disponível material educacional aberto (MEC)

Problemas do ensino médio incluem desinteresse do aluno, baixa qualidade e falta de professores

Deputados e especialistas em educação apontam, entre os problemas do ensino médio brasileiro, o desinteresse do jovem pelo conteúdo ensinado, a baixa qualidade do ensino, a falta de infraestrutura nas escolas e a falta de professores. Para tenta resolver parte dos problemas, o governo anunciou reforma do ensino médio, por meio da Medida Provisória (MP) 746/16, que flexibiliza os currículos e amplia progressivamente a jornada escolar. Mas não há acordo nem sobre a forma da reforma – via MP – nem se a medida resolve os problemas principais dessa etapa do ensino.
(...) Para o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão, a medida provisória não resolve os principais problemas do ensino médio público: a falta de professores, a falta de infraestrutura e a falta de recursos dos estados. “Existe uma falta muito grande de professores, porque as carreiras não são atraentes”, disse. “É preciso valorizar o profissional da educação”, complementou.
Auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2013 mostra que faltam 32 mil professores com formação específica nas disciplinas obrigatórias nas escolas públicas de ensino médio, sobretudo em física, química e sociologia.

Fonte / Link: Agência Câmara

Parlamentares apresentam 657 emendas para MP do ensino médio

Foi encerrado às 20h desta quinta-feira, 29, o prazo para que parlamentares apresentassem propostas de alteração à polêmica Medida Provisória que reforma o ensino médio no País. Deputados e senadores protocolaram 567 emendas, um número quase seis vezes maior que a média de propostas que geralmente são oferecidas pelos parlamentares.

Fonte / Link: O Estado de São Paulo

Veja também:
         
STF dá 10 dias para governo explicar MP do Ensino Médio (Exame)
          “Novo ensino médio” é contestado por duas ações no STF; entenda o que muda (GP)
          Confira as alterações propostas pelo governo para o ensino médio (Ag.Câmara)
          'MP pressupõe apenas rapidez', diz ministro sobre novo ensino médio (OESP)
          Reforma do Ensino Médio tem mérito, mas foi apressada, diz Mozart Neves (Valor)
          Todos Pela Educação teme que medidas fiquem só no papel (TpE)
          O fator oportunidade (Carta Educação)

MEC recebe sugestões para a BNCC após debates em estados

Após três meses de debates em todos os estados do país, que envolveram 9 mil participantes, a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) divulgaram o relatório com a contribuições dos seminários estaduais. O documento foi oficialmente entregue ao Ministério da Educação (MEC) dia 15 de setembro e sugere alterações em relação à segunda versão.

Fonte / Link: Educação Integral

Promoção do direito à educação do brasileiro no exterior pode entrar no PNE

(...) Pela proposta, o Executivo deve ampliar e garantir a realização do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos aplicado no exterior (Encceja Exterior). Também deve-se reunir anualmente dados sobre o nível de escolarização dos brasileiros no exterior e promover políticas públicas a partir de estudos específicos.

Fonte / Link: Agência Câmara

Resultados do Enem 2015 por escola serão divulgados na próxima semana

Os resultados, por escola, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 serão divulgados na próxima terça-feira, 4, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As informações auxiliam pais, alunos, professores, dirigentes de instituições e gestores educacionais para compreender mais claramente a necessidade de aprimoramento da qualidade da educação brasileira, sobretudo em relação ao aprendizado no ensino médio.
Foram calculados os resultados para as escolas que obtiveram ao menos dez alunos participantes no Enem de 2015, desde que a taxa de participação destes tenha alcançado no mínimo 50%.

Fonte / Link: Inep

Veja também:
         
Matrículas no ensino fundamental 'integral' caem 46%, aponta prévia de censo (G1)

Educação: 73% dos professores propõem atividades com uso da internet no país

A maioria dos professores usam a internet e aproveitam a rede em atividades com os alunos, constatou a pesquisa TIC Educação divulgada hoje (29). Segundo o estudo, 100% dos docentes de escolas particulares e 98% dos que lecionam na rede pública são usuários da internet. Desses, 73% trabalham com o ambiente virtual em suas aulas. São diversas formas de aproveitamento: aulas expositivas (52%), trabalhos sobre temas específicos (59%) e solução de dúvidas individuais (45%).

Fonte / Link: EBC

Veja também:
         
Falta de capacitação dificulta uso da internet nas escolas (Terra)
          Sete em cada dez professores defendem atividades com a internet nas escolas (iG)

TRT decide que USP deve devolver salário a grevistas

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) considerou que a greve realizada pelos servidores da Universidade de São Paulo, de maio a julho, não foi abusiva.
Após a decisão, o tribunal determinou ainda a devolução dos salários dos funcionários, descontados pela universidade ao longo da greve.

Fonte / Link: Exame

Uma universidade onde os alunos fazem todas as escolhas

Como seria uma universidade criada pelos alunos? No Japão, jovens oriundos de escolas democráticas que não estavam satisfeitos com as instituições tradicionais disponíveis resolveram criar, em 1999, um espaço de aprendizagem bem diferente. Sem garantir um diploma, a Universidade Shure oferece aos estudantes a oportunidade de terem seus interesses e ritmos respeitados, além de fazerem descobertas sobre si mesmos. A experiência também os ajuda a criar o seu estilo de vida e a concretizar seus projetos. Com sede em Tóquio, tem cerca de 40 alunos e já formou outros 170.

Fonte / Link: Porvir

Uso prolongado de eletrônicos pode afetar desenvolvimento de crianças

Muito adulto fica admirado de ver como as crianças dominam as tecnologias. Mas é bom ter cuidado. Uma pesquisa feita em São Paulo mostra que criança que fica muito tempo nos eletrônicos e não brinca ao ar livre, pode deixar de aprender habilidades importantes paro o futuro dela.

Fonte / Link: Bom Dia Brasil

Pesquisa mostra que crianças tendem a naturalizar violência

(...) Intitulado “O que dizem as crianças”, o estudo desenvolvido pela ONG Visão Mundial e pelo Instituto Igarapé foi lançado na última segunda-feira, 26, no Rio de Janeiro. No total, 125 pessoas foram ouvidas em Fortaleza, entre setembro de 2015 e março de 2016, sendo 64 do sexo masculino e 61, feminino.
A análise dos números revela que, apesar de viverem em áreas de extrema pobreza e vulnerabilidade, crianças e adolescentes tendem a naturalizar a violência. Na avaliação do sociólogo e professor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) Marcos Silva, esse processo influencia na dinâmica de reprodução da violência urbana.

Fonte / Link: O Povo

Pais protestam contra uso de saia por alunos de colégio no Rio

Apoiados por movimentos como Endireita Rio e Brava Gente, pais de alunos do colégio federal Pedro II, em São Cristóvão, na zona norte do Rio, marcaram para este sábado, dia 1º, em Copacabana, zona sul, uma manifestação contra a decisão da reitoria de acabar com a distinção de uniformes para alunos e alunas.
Eles querem que o reitor suspenda a liberação do uso de saia por alunos.

Fonte / Link: Uol

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Como o Pokémon GO facilita aprender diferentes disciplinas

(...) Romero Tori, professor Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e do Senac, concorda com Eugênio no sentido de não responsabilizar a realidade aumentada pelo sucesso do game e sim enaltecer o uso de elementos da cultura pop para atrair a atenção de um determinado público. Segundo ele, o uso da realidade aumentada não é novo. (...)
Para Tori, o fenômeno é motivado pelas crianças dos anos 1990, hoje jovens adultos, que cresceram assistindo ao desenho, colecionando figurinhas, decorando nomes de Pokémons e memorizando os níveis de evolução.

Fonte / Link: Porvir

Finlândia vai investir € 50 milhões em tutoria para professores usarem tecnologia

O governo da Finlândia anunciou um plano para investir € 50 milhões para oferecer tutores digitais a todos os professores da educação básica, como forma de oferecer apoio à inserção de novas metodologias e ao ensino com tecnologia. O projeto começará em poucas escolas, que servirão como modelo de melhores práticas a serem adotadas nas demais instituições.

Fonte / Link: Porvir

Artigo: Desafios da Educação aos novos prefeitos

Mozart Neves
No próximo dia 2 de outubro, o País elegerá seus novos prefeitos para os próximos quatros anos. A expectativa é que haja uma grande renovação nos quadros atuais, com mais de 70% de troca. Os novos mandatários municipais irão assumir num cenário muito difícil da vida política e econômica brasileira. Mas não menos difícil no campo da Educação, levando-se em conta os últimos resultados divulgados pelo Ministério da Educação, relativos ao Ideb 2015 (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). A restrição orçamentária será significativa para demandas crescentes em relação à Educação Infantil, tanto em relação ao acessoa creche e pré-escola, quanto no que se refere à qualidade do ensino. E isto passa pela valorização do professor.Por isso,o atual cenário vai exigir, como nunca dos futuros prefeitos, foco nos gastos, planejamento e saber fazer a escolha correta do secretário de Educação.

Fonte / Link: IstoÉ

Pesquisadores de universidades no Rio de Janeiro entendem que escolas e faculdades têm apresentado dificuldade de absorver e inserir estudantes refugiados no Brasil. No seminário "Seminário Aspectos socioeducativos dos processos migratórios", realizado pela Fundação Casa de Rio Barbosa, eles explicaram que o problema principal não está na matrícula (já que não há limitação de acesso aos cidadãos que tenham o protocolo de pedido de refúgio), mas na inserção dos conteúdos e na integração à estrutura educacional.

Fonte / Link: EBC

Saúde e educação não terão cortes, afirma deputado

O ponto mais polêmico da proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos para os próximos 20 anos deve ser definido até amanhã (29), segundo o relator da proposta, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS).
Evitando antecipar detalhes, o parlamentar se reúne, hoje (28), com a equipe econômica do governo Michel Temer para tentar encontrar uma saída para as áreas de saúde e educação que, argumenta, estão asseguradas e não sofrerão cortes.

Fonte / Link: Exame

Estrutura curricular é a base do Novo Ensino Médio, reforça secretário de Educação

(...) O secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), Rossieli Soares, explica que a Medida Provisória do Novo Ensino Médio trata essencialmente da estrutura curricular. A parte de conteúdo, segundo ele, será definida pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A BNCC está em elaboração e vai estabelecer os conhecimentos fundamentais aos quais todo estudante brasileiro deve ter acesso, desde a educação infantil.
A proposta é manter as disciplinas tradicionais que hoje já são obrigatórias — como Matemática, Português, História, Química, Biologia, Artes e Educação Física – em metade da carga horária, durante os três anos do ensino médio. Na outra metade, o objetivo é que os alunos possam optar por aprofundar conteúdos e temas relacionados a grandes áreas que sejam do interesse deles.

Fonte / Link: Portal Brasil

Veja também:
         
MP do ensino médio permite que profissionais com notório saber atuem no ensino profissionalizante (OESP)
          PSOL entra com ação no STF contra reforma do ensino médio (Exame)
          Artigo: Precisamos avançar no debate sobre a reforma do ensino médio (OESP)

MEC investirá R$ 700 milhões nos programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador

Com foco na aprendizagem e na ampliação da jornada escolar para até 10 milhões de estudantes do ensino fundamental e médio de até 47 mil escolas em todo o Brasil, o Ministério da Educação investirá R$ 700 milhões nos programas Mais Educação e Ensino Médio Inovador.

Fonte / Link: MEC

Artigo: Para completar a Base Curricular Nacional

Luís Carlos de Menezes
Os objetivos de aprendizagem têm sentido unívoco em todas as áreas e componentes, o que é fundamental, pois eles são os “pontos de chegada” essenciais da Base
Nos últimos dias, a reforma do ensino médio ocupou bastante espaço no debate público, mas não podemos perder de vista que há uma outra discussão acontecendo desde o ano passado, que é a elaboração da Base Nacional Comum Curricular, uma das principais iniciativas para o desenvolvimento social e econômico brasileiro.
A Base define os direitos à aprendizagem de crianças e jovens, em escolas de todo o país. Redes escolares, faculdades e editoras acompanham com atenção esse processo cujo resultado orientará seu trabalho.

Fonte / Link: Nexo

Projeto de Lei propõe fim de exigência do TCC na graduação

O diploma para os concluintes dos cursos de graduação, oferecidos pelo Sistema Universidade Aberta do Brasil, poderá ser garantido independentemente do resultado da defesa do TCC (trabalho de conclusão do curso). A proposta está prevista em um projeto de Lei do Senado (PLS 292/2016) que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional para garantir o direito de obtenção do diploma neste novo modelo principalmente para os cursos de licenciatura.

Fonte / Link: Uol

Resultado do Enem 2015 por escola será divulgado em 4 de outubro

Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 por escola serão divulgados no dia 4 de outubro. A previsão de data está em portaria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicada na edição de hoje (28) do Diário Oficial da União.

Fonte / Link: Uol

Estudos científicos embasam oferta de artes e educação física na escola

Dedicar-se a uma atividade artística –seja tocar piano ou aprender técnicas de escultura– faz uma pessoa ficar mais inteligente e melhorar seu desempenho em outras disciplinas, como matemática e redação. Praticar uma atividade física, além de melhorar coordenação motora e aumentar a sociabilidade, diminui drasticamente a incidência de doenças como diabetes, obesidade, câncer e acidentes cardiovasculares.

Fonte / Link: Folha de São Paulo

Crianças que têm alimentação saudável leem melhor, aponta estudo

Um novo estudo realizado por duas universidades finlandesas liga uma boa dieta ao desempenho das crianças em testes de letramento durante os primeiros três anos da educação básica. O trabalho que envolveu 161 crianças com idade entre seis e oito anos e descobriu que aquelas com hábitos saudáveis que incluíam consumo de vegetais, frutas, grãos integrais, gordura não-saturada e menor quantidade de açúcar, tinham melhor performance que seus colegas.

Fonte / Link: Porvir

EUA perdem o primeiro lugar no ranking da Times Higher Education pela primeira vez

A famosa Universidade de Oxford conseguiu um ato inédito em 2016: derrubou os Estados Unidos do primeiro lugar do Times Higher Education World University Ranking em 12 anos de história da lista mundial das melhores universidades do mundo. O Instituto de Tecnologia da Califórnia, no topo por anos, caiu para segundo lugar. Mesmo assim, as instituições norte-americanas continuam a dominar o ranking geral, inclusive o top 20: 18 delas estão entre as 20 primeiras posições em 2016.

Fonte / Link: Brasil Escola

Testes de soluções educacionais precisam trazer benefícios para educadores

O caminho para validar um novo produto ou serviço passa pela realização de um piloto. Apesar da etapa de testes ser fundamental para identificar se uma solução precisa de ajustes ou já pode ser lançada no mercado, quando o assunto é educação, outros aspectos também devem ser considerados. Até que ponto a cultura da prototipagem e a experimentação cabem no ambiente educacional? Qual vantagem os empreendedores podem oferecer para as escolas que experimentam suas soluções?
Para debater essas questões e refletir sobre a aproximação entre empreenderes e escolas, a quinta edição do Conecte-C

Fonte / Link: Porvir

Empresas de ensino acionam TCU pedindo crédito via MP para o Fies

As companhias de ensino superior privado acionaram o Tribunal de Contas da União (TCU) pedindo que uma liberação de crédito suplementar para o Fies possa ser feita via medida provisória. Conforme antecipou o Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), essa hipótese vinha sendo discutida no Ministério da Educação após reuniões com representantes de empresas, as quais estão há três meses sem receber pelas mensalidades de alunos do Fies.
Em ofício enviado ao TCU, o Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular considera que há urgência na liberação de cerca de R$ 700 milhões necessários para destravar o programa de financiamento estudantil.

Fonte / Link: Uol

Veja também:
         
Entidades de ensino superior pedem o imediato aditamento de contratos do Fies (Anec)

Unimep vai à Justiça contra faculdade de medicina em Piracicaba

A Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep) anunciou nesta quarta-feira (28) que vai entrar na Justiça contra a escolha da Anhembi Morumbi para oferecer o curso de Medicina em Piracicaba (SP).
Em nota, o reitor da Unimep, Gustavo Jacques Dias Alvim, diz que não aceita o resultado do edital de chamamento público. "A Unimep tem todas as condições exigidas para criação e instalação de um curso de medicina de qualidade, portanto, não aceitamos o resultado da licitação feita. Ademais houve mudanças nos critérios de avaliações, durante o certame, que prejudicaram as instituições comunitárias, filantrópicas e confessionais, beneficiando as de fins lucrativos

Fonte / Link: G1

Oferta de cursos para administradores continua a se multiplicar

A cada ano, instituições de ensino lançam dezenas de opções de cursos de pós-graduação voltadas a administradores. Expressões ligadas à tecnologia, como digital, big data e inovação, já são comuns. Mais recentemente, termos que indicam qualidades caras ao mundo atual (como globalizado, diversidade e criatividade) passaram a se somar aos temas tradicionais, dando origem a outros programas.

Fonte / Link: O Estado de São Paulo

Veja também:
         
Um terço das graduações online é em Administração (OESP)

Supercomputador Watson poderá ajudar professores a dar aulas de matemática

Watson, o supercomputador da IBM, deve ganhar uma nova função ainda este ano. Professores do ensino básico dos Estados Unidos poderão usar o poder de cálculo da rede neural da IBM para preparar aulas de matemática.
(...) O Watson oferecerá aos professores sugestões para preparar suas aulas, organizar conteúdos e até desenvolver exercícios de matemática. A ideia da IBM é que o computador seja usado especialmente em aulas para alunos da terceira série.

Fonte / Link: Olhar Digital

Nas escolas, França luta por sua identidade

A temporada dos biquínis -- e burquínis -- terminou, mas com o novo ano escolar a batalha da França sobre a identidade nacional irrompeu em uma nova frente: o currículo de história.
Os currículos escolares há muito fazem parte das guerras culturais, inclusive nos EUA, onde houve discussões sobre escravidão e evolução. Mas na França, onde o Estado define os programas escolares de todo o país, a compreensão do passado --e do uso da educação para moldar os jovens cidadãos -- tornou-se um tema quente numa temporada eleitoral perturbada.

Fonte / Link: Uol

Docentes acusam faculdade de demitir por telegrama e não pagar rescisão

Professores do Centro Universitário UNIFIEO, da Fundação Instituto de Ensino para Osasco, na Grande São Paulo, afirmam que a instituição demitiu em massa docentes há três meses e, até esta quarta-feira, 28, ainda não havia pago as verbas rescisórias. A dispensa foi feita por telegrama

Fonte / Link: O Estado de São Paulo

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Escolas norte-americanas trocam castigo por aulas de meditação e yoga

Apesar de não ser uma prática comum no Brasil (...)
Na cidade de Baltimore, em Maryland, nos EUA, uma ONG especializada no ensino de técnicas de meditação e yoga para crianças e adultos tem, desde 2002, trabalhado em conjunto com escolas locais para mudar a cara das horas de “detenção”: nesses colégios, crianças de 7 a 14 anos aprendem e praticam técnicas de meditação e concentração.

Fonte / Link: Nexo

RJ vai antecipar diploma para alunos aprovados em concurso ou vestibular

Os alunos do último ano do Ensino Médio da rede pública estadual do Rio de Janeiro que forem aprovados em vestibulares ou concursos públicos antes do término do ano letivo terão direito a receber, antecipadamente, o certificado de conclusão. A decisão do governo do estado visa minimizar os prejuízos em decorrência da greve na educação, que vai estender o calendário letivo deste ano até 2017.

Fonte / Link: G1

Após protestos, UFRGS descarta alteração em sistema de cotas

Após protestos de estudantes na última semana, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) desistiu de realizar mudanças no sistema de cotas. A instituição deve manter a opção de ingresso para quem concluiu o ensino médio em escola pública de concorrer concomitantemente no acesso universal e por cotas, como é realizado atualmente o vestibular.

Fonte / Link: G1

Novo ensino médio pode aumentar desigualdade, dizem ex-ministros

Ex-ministros que passaram pela chefia do Ministério da Educação nos últimos anos comentaram, a pedido do G1, a medida provisória de reforma do ensino médio, publicada pelo governo Temer na semana passada. Aloizio Mercadante, Renato Janine Ribeiro e Henrique Paim demonstraram preocupação sobre como a flexibilização do currículo pode, caso não seja bem delimitada, significar que alguns estudantes tenham, na prática, mais opções que outros, o que aumentaria a desigualdade educacional no Brasil.

Fonte / Link: G1

Veja também:
         
Novo Ensino Médio pode dobrar valor de mensalidade em Minas (O Tempo)
          Reforma do ensino médio deve formar professor, diz Unesco (OESP)
          95% das pessoas consultadas pelo Senado são contra MP do ensino médio (CB)
          Advogado entra com mandado de segurança para suspender MP do ensino médio (Uol)

Secretária do MEC fala sobre mudanças no ensino médio no Brasil

A discussão envolvendo as mudanças no ensino médio ganhou mais um componente. Em entrevista ao Jornal Hoje, a secretária do Ministério da Educação confirmou que a Educação Física vai ser obrigatória em metade do ciclo, ou seja, nos três primeiros semestres.

Fonte / Link: Hoje

Veja também:
         
MEC vai publicar detalhes da reforma do ensino médio nesta semana (Veja)
          Metade do ensino médio deve ter educação física e artes, diz MEC (G1)
          Portaria vai explicar a contratação de professores com “notório saber” (GP)
          Artigo: Ter ou não ter educação física e artes no ensino médio, eis a questão (Uol)

MEC libera abertura de 2,3 mil vagas de medicina em 37 cidades

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (27) a lista das cidades e respectivas instituições de ensino superior privadas que receberam a autorização para abrir 2,3 mil vagas em cursos de medicina. A expansão estava prevista desde 2014 dentro do programa Mais Médicos e as empresas terão até 18 meses para implantar os novos cursos.

Fonte / Link: G1

Polarização política na universidade preocupa professores

A polarização política no Brasil, intensificada nos últimos meses, tem deixado marcas além das ruas. (...)
Para Maria do Socorro Braga, doutora em ciência política pela USP (Universidade de São Paulo) e professora da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos), a sensação de invisibilidade que a rede social dá para alguns acaba passando segurança e estimula comportamentos excessivos e polarizados.

Fonte / Link: Uol

Veja também:
         
Racha político entre alunos e professores da UFABC vai parar na delegacia (Uol)

Ministro rebate declarações falsas e diz que MEC prioriza professores e alunos

O ministro da Educação, Mendonça Filho, gravou um pronunciamento, na tarde desta terça-feira (27), para reforçar a importância dos professores para a educação do Brasil e rebater acusações infundadas divulgadas nas Mídias Sociais. Um site de procedência político-partidária divulgou informações mentirosas atribuindo a “burocratas do MEC” a afirmação que os professores têm “regalias”.

Fonte / Link: MEC

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Especial: 5 histórias de sucesso com tecnologia em sala de aula

O uso de tecnologia em sala de aula não se limita a copiar conteúdo em um tablet, em vez de um caderno, ou escrever na lousa digital, em vez do quadro-negro. Para alunos do século 21, a tecnologia está na base de suas interações diárias, é uma linguagem comum que permeia todas as suas ações, comportamentos, formas de pensar e aprender. Portanto, o professor que consegue conferir à tecnologia em sala de aula uma intencionalidade pedagógica está um passo a frente quando se trata de tornar a escola significativa para os jovens.
(...) Hoje, trazemos 5 casos em que a tecnologia em sala de aula trouxe resultados positivos: seja melhorando o desempenho dos estudantes, seja criando uma cultura de autonomia e protagonismo.

Fonte / Link: Info Geekie

Desenho brasileiro de "Vila Sésamo" ensina educação financeira a crianças

Clássico infantil, "Vila Sésamo" ganha sua primeira animação produzida no Brasil. "O Desafio do Elmo" vai ensinar noções de responsabilidade social, sustentabilidade e até educação financeira para crianças. A série estreia nesta segunda-feira (26) na TV Cultura e na TV Brasil. Os 26 episódios, de três minutos cada, serão exibidos durante a programação das emissoras públicas.

Fonte / Link: Uol

Música traz benefícios para o cérebro das crianças

O estímulo musical na infância traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento social e cognitivo dos pequenos, com reflexos para toda a vida. É o que apontam pesquisas que relacionam a música ao crescimento de habilidades do cérebro das crianças.

Fonte / Link: Gazeta do Povo

MEC publicará portarias que detalham reforma do ensino médio

O Ministério da Educação (MEC) vai publicar nesta semana uma série de portarias e resoluções que detalham pontos da reforma do ensino médio que ainda estão vagos ou precisando de regulamentação.

Fonte / Link: Exame

Veja também:
         
Supremo recebe ação contra reforma do ensino médio proposta por Temer (FSP)
          Senado: Fátima Bezerra anuncia debates na Comissão de Educação sobre MP do ensino médio (Ag.Senado)
          Reforma do ensino médio pode receber emendas até quinta (G1)
          Reforma do ensino médio institui política de fomento de educação em tempo integral (Ag.Câmara)
          Estudantes fazem ato em SP contra reforma de Temer para o ensino médio (FSP)
          Ensino integral vai exigir mais professores e melhoria na formação (BDB)
          Falta de clareza em MP pode permitir professor sem formação específica, diz especialista (OESP)

Artigo: Professores e alunos são tratados como peões de xadrez na educação

Rosely Sayão
(...) Aliás, entra governo, sai governo, entra um século novo, passa outro, e continuamos tratando alunos e professores como os peões no jogo de xadrez que é a educação escolar: estão lá em maior número, mas são peças menores, com movimentos muito restritos.
Esta é a visão da educação formal adotada em nosso país, tanto em escolas públicas quanto privadas: dar voz a professores e alunos não é cogitado.

Fonte / Link: Folha de São Paulo

Projeto adequa ECA a atualizações da Constituição sobre educação

Proposta em análise na Câmara dos Deputados modifica o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para melhor adequá-lo a atualizações recentes da Constituição Federal.
(...) Pela Constituição Federal, a educação básica já deve ser obrigatória e gratuita dos 4 aos 17 anos de idade, assegurada inclusive a gratuidade a todos os que a ela não tiveram acesso na idade própria. Atualmente, o ECA prevê que apenas que o ensino fundamental seja obrigatório e gratuito.

Fonte / Link: Agência Câmara

Proposta permite federalizar escolas para melhorar o ensino

A possibilidade de transferir para a União atribuições educacionais dos estados, municípios e do Distrito Federal (DF) está prevista no Projeto de Lei Complementar (PLS 337/2016) apresentado pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF). A proposta regulamenta a cooperação federativa na educação e institui o chamado Padrão Nacional Mínimo de Qualidade da Educação Básica. A matéria foi apresentada no último dia 12 de setembro, encaminhada à Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) do Senado, e aguarda indicação de relator.

Fonte / Link: Agência Senado